Família Carron


Em 20-10-1895 chegava ao Brasil a família de Giovanni Carron, casado com Maria Luisa Dalan.

O casal tinha na ocasião três filhos: Angela Santa, nascida em 29-10-1891; Demetrio, nascido em 25-04-1893, e Arturo, nascido em 10-05-1895.

Registraram-se na Hospedaria do Imigrante – livro 051 – pag.260- família 61.580, vieram no vapor Edílio R., de nacionalidade italiana.

No Brasil tiveram os filhos Alberto, Teresa, Leonor e Emílio.

Maria Luiza deixou na Itália a mãe Margherita Calzavara (O pai Francesco Dalan já era falecido) e um irmão.

Giovanni deixou na Itália o pai Angelo (A mãe Filomena Zambonin havia falecido em 13- 05 -1891).

Deixou também os irmãos Césare Francesco, Ferdinando, Enrico, Rosa e Emílio, todos casados e com filhos.

Giovanni e família foram levados para uma fazenda de café na região de Angatuba, mas fugiram à noite, juntamente com outras famílias de imigrantes que não aceitavam trabalhar e no final do mês ver o seu ganho ser destinado ao pagamento da moradia e da alimentação, fornecidas e cobradas  num valor muito alto pelo proprietário da fazenda .Ficaram algum tempo no bairro do Rechan e depois vieram para Itapetininga onde se estabeleceram , trabalharam, tiveram mais filhos, morreram e deixaram descendentes, a maioria morando aqui na cidade de Itapetininga até hoje.